blogdosperrusi
DimasLins
REMOTO CONTROLE

REMOTO CONTROLE

mai 09

Muitos nessa altura buzinam anunciando o time vencedor. Ela, que acaba de ler o Poema em Linha Reta do Pessoa, não se identifica com o buzinaço, nem tampouco com o silêncio dos derrotados. Não se identifica com esse gosto pela disputa, embora, muitas vezes, se comporte como uma briguenta contumaz. Ah, se soubessem do aperto que sente no peito, certamente teriam piedade dela. A raiva indigesta perambula sem achar abrigo, porque não há de encontrar no seu coração benfazejo que se angustia por não poder dominá-la.

A náusea a consome há dias. Vomitou injúrias acumuladas na hora errada. Foi julgada como fútil e desequilibrada. Perdeu a razão. Entristeceu-se tanto que teve mais raiva ainda. Defesa de quem viveu na selva por muito tempo. Hoje não vive mais, porém guarda-lhe a experiência.

Quando terá sossego não sabe. Quando pensará antes de falar…já fez isso tantas vezes que pensou que podia ousar. Errou. Pecou pelos extremos. Foi de um polo a outro num átimo que lhe custou a paz.

Resta-lhe o controle nas mãos. Há de mudar de canal. Há de sintonizar com o dia, com o sol e o tempo bom. Chega de trovoadas dentro do peito.

4 comentários

  1. tesco
    1

    Buzinaço dos vencedores? Só participei de um buzinaço numa carreata pró-Lula em 1990. Normalmente fico com o silêncio, mas não é de derrotado não.
    Mas vomitar injúrias na hora errada é desequilíbrio mesmo. Tem momento pra tudo. E a sincronia se adquire no dia-a-dia e convivendo com as feras na selva urbana.
    Mas o tempo contorna tudo.
    _Beijos.

  2. Magna Santos
    2

    Pois é, Roberto, se adquire no dia a dia, mas às vezes se perde, porque não somos perfeitos mesmo.
    Bom ter você por aqui.
    Beijo.
    Magna

  3. Hérlon Fernandes Gomes
    3

    Cara Magna,
    Adorei a humanidade da personagem e me identifiquei com ela, porque gosto dessa escrita que explora o âmago inexprimível e, no entanto, cá está na sua escrita. Bravo pela alusão a Pessoa!
    Estou com preguiça de escrever, ultimamente. O que meu íntimo exige que se exprima são todas sensações velhas, egoístas e monocromáticas.
    Sempre bom revisitar a primavera de suas sementes!
    Abraços, querida!

  4. Magna Santos
    4

    Obrigada, meu amigo Hérlon.
    Que possas continuar então respeitando a tua preguiça; ócio necessário a uma boa produção, seja de escrita seja de vida.
    Abração.
    Magna

Plante a sua semente

TorcedorCoral