InscritosEmPedra
DimasLins
CICLO

CICLO

fev 22

Joguei minhas cinzas na rua

Serão levadas pela chuva

A mesma que nutre a terra

Escorre para o rio

Que deságua no mar

 

As cinzas

Todas lavadas

 

 

Surgirei como flor

Na imensidão do campo

Pequenina…

 

Então minhas sementes

Irão pelo vento

Passarinho

E deitarão a terra

E voltarão à rua

Para

Enfeitar

9 comentários

  1. Que espetáculo, é a única palavra que me vem agora para dizer da beleza desse poema, e da pessoalidade, ainda ontem escrevi algo sobre cinzas, chuvas, fevereiros… Mas as tuas tantas alegorias para contar de renascimento fez brotar também uma flor em meu peito, a flor da plena admiração por ti (o que nem é mais novidade)!

    Um beijo grande de saudades, e precisamos marcar a Ciranda, o retorno do carnaval, e da vida, afinal, terminou fevereiro e a folia momesca, e a vida segue…

    • E eu já li teu poema e ainda estou a pensar sobre ele. Cinzas diferentes, mas sempre cinzas.
      Val, obrigada, mais uma vez, pela tua delicadeza e generosidade desmensuradas.
      A admiração é recíproca.
      Beijão!
      Magna
      Obs.:estou no aguardo do chamado de Dimas quanto à Ciranda. Vamos que vamos.

  2. EDGAR MATTOS
    2

    Bela reflexão para uma 4ªfeira de …………cinzas ! Magna é Poesia !

  3. Linda reflexão !!
    Poucas vezes encontro textos e ou poemas que diz tanto ao meu coração.
    Fico grata e feliz por ter a oportunidade de visitar seu blog.
    Um feliz Domingo beijos na sua alma.
    Evanir..

    • Grata fico eu, Evanir, pelas palavras e tua presença aqui. E também feliz por dizer algo ao teu coração.
      Uma semana de paz pra ti e todos os teus.
      Beijo.
      Magna

  4. Magna,

    Que beleza essas cinzas, essa chuva, essas ruas. Esses versos ficaram no ponto. Lindo mesmo!

    Dimas

  5. Que bela Magna essa ressurreição de nós mesmos… cinzas sementes e flores. E vc, a sementeira.

  6. Edmilton Bezerra Torres
    6

    Magna, li todos os teus textos, mas escolhi este para comentar. Sem desmerecer os demais, este foi o que mais me impressionou pela ideia do renascimento, que nos inspira a ter atitudes para que as nossas ideias não morram com o nosso fim material. Abraços
    Edmilton

Plante a sua semente

TorcedorCoral