InscritosEmPedra
TorcedorCoral
PELE

PELE

jul 25

Minha pele me cobre

Contendo um pouco de mim

Mas meu coração tem asas

Minha mente tem asas…

Minha alma que não sabe disto

Tenta encontrar o caminho

Olha pro espaço

Escuta passarinhos

Viaja no mesmo chão

Que não poderá prendê-la…

Quando minha pele não mais existir

5 comentários

  1. Talvez porque a pele não saiba, da alma, amplidão!

    Lindo, Magna, lindo!

    Beijão!

    ;)

    • Ou por que talvez a pele saiba da alma, amplidão?
      Quantas perguntas cabe num simples conter da pele…
      Obrigada, Val, pela tua presença cheia de delicadeza e carinho.
      Beijão!!
      Magna

  2. Edgar
    2

    O drama dos humanos é precisarem de rostos para identificar as almas. A Poesia de Magna é para Sentir e também para Pensar…

  3. Magna,

    Há um tom diferente em teus versos do presente. São mais melancólicos, mas revestidos de uma doce delicadeza. Querida amiga, teus versos ficam cada vez mais maiúsculos.

    Dimas Lins

Plante a sua semente para Edgar

blogdosperrusi