InscritosEmPedra
TorcedorCoral
“CATIVEIRO SOCIAL”

“CATIVEIRO SOCIAL”

fev 18
VAMPITO NEOLIBERAL
Assisti ontem ao desfile da vice-campeã Tuiuti, ansiosa pra ver a força do samba cantado com gana e alegria e assim ocorreu.
Ansiava para ver também as fantasias, sobretudo a do vampiro presidente, a dos manifestoches (ou manifantoches), a dos operários com suas carteiras deterioradas. Afinal, foram as que ganharam destaque na nossa vontade de gritar contra a injustiça e tudo o que estão fazendo com nosso país. Elas eram para aparecer, pelo que entendi, no final.
E no início a beleza inigualável da comissão de frente não deu para conter a emoção…me senti ali junto aos negros escravizados. A comissão estava mais que bela, estava a própria fala de Deus contra a escravidão por tanta luz que esbanjava. Lindo demais! E nesse momento, ouvindo o samba, a emoção dos seus puxadores rasgada no ritmo e voz, vendo a coreografia da comissão… só agradecer a Deus pela inspiração que Ele é capaz de dar aos seus filhos, pela gana que nutre nos escravizados, excluídos de toda sorte, pra luta. E vem na mente a palavra de Jesus, Ele, revolucionário de verdade que é, falou assim : “eu não vim trazer a paz, mas a espada”, numa referência à luta diária e necessária pela verdade, pela justiça, pelo amor. É Demais! Mas tanta gratidão também se acompanhou de tristeza: como pode, meu Deus?! Tanta escravidão! Como pode um ser humano escravizar o outro?!
Pode. Justamente pode pela humanidade. Essa humanidade falha, construída na falta, humanidade sim desumana, como disse certa vez o poeta. Humanidade que ainda hoje segue transformando oportunidade de crescimento em débito a ser expurgado pela chama inevitável da colheita. E é duro entender, mais que isso, aceitar as mazelas serem atualizadas como se naturais fossem.
Seguiu o desfile no colorido que bradava a história de todos os escravizados. Seguiu, seguiu…”meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”
Chega a vez do carro alegórico do Vampiro Neoliberal. Cadê a faixa presidencial? TV Brasil apenas diz: “está sem a faixa presidencial”. A câmera segue pela lateral do carro onde estariam os manifestoches. Cadê os patos? Sumiram. Só as pessoas com a roupa da CBF e alguns com as panelas. Cadê as guias dos fantoches? Sumiram. Mas deve ter pessoas no chão atrás do carro alegórico… TV Brasil não mostrou nada. Nem os manifestoches nem os operários com suas carteiras deterioradas. A Mídia Ninja mostrou. TV Brasil não. E aí eu lembro da intervenção que o Temer fez na própria TV Brasil, salvo engano ainda em 2016, colocando a emissora absolutamente subordinada ao governo, obviamente neste caso, as suas vontades, pois esse é o governo do ilegítimo. Sem legitimidade, argumentos e competência não se pode mostrar a verdade, não se pode falar, porque a humanidade é também aquela que tem filho pra sustentar, contas a pagar…é nisso que me agarro a pensar quando não ouço nada, não vejo a totalidade do desfile que a Mídia Ninja mostrou, mas a TV Brasil não. Eita humanidade!
E foi assim que, no momento atual, em meio a uma intervenção militar, acinte à democracia, à soberania sim da nossa Constituição, seguiu o desfile censurado. País censurado é isso que temos, amigos. Ditadura travestida de socorro, como toda ditadura se traveste no início. Mas o país segue? Os cidadãos também seguirão? Queira Deus, ou melhor, queiram os cidadãos que sigam com as guias de fantoches também rompidas, desaparecidas igual as fantasias da avenida. Sigamos.
Quanto ao vampirão-presidente? Todo ditador é burro. Ele não percebeu que suas ordens apenas acendem o já iluminado. Não é de neon a luz, Vampiro, a luz é natural. Sua primeira ordem para não desfilar o Vampiro Neoliberal chamaria a atenção, condicionou à retirada da faixa presidencial? Quer impor respeito sem perceber que há muito ele – respeito – já se foi. Seja feita a sua covarde vontade, Temer. Faça sua vontade, porque no final, no final mesmo valerá a Dele, a que quebra todas as amarras e liberta nosso povo de toda escravidão…com nossa luta, claro.
“Não sou escravo de nenhum senhor!”
Assim seja!

2 comentários

  1. Hérlon
    1

    Que desabafo verdadeiro. Vivemos uma era de grandes retrocessos. Também estou estarrecido com toda essa picaretagem a que estamos submetidos. Mas como você, eu ainda me pego a essa esperança de que todas essas privações, mordaças e aniquilamentos dos nossos direitos possam inspirar uma luz que nos retire das trevas.

Plante a sua semente

DimasLins