blogdosperrusi
DimasLins
DIMASLINS.COM

DIMASLINS.COM

jul 18

Há dias atrás tomei um susto ao telefone: - Magna, vou acabar com o Estradar. Era Dimas Lins, com o qual já me acostumei a tecer ricas conversas sobre escrita, projetos, sites, papos sempre envolvidos em espontaneidade e disposição. Julguei, num átimo, que ele pararia de escrever, tendo em vista acompanhar um pouco os momentos de relativa inquietação, decorrente da sua falta de tempo para...

A POESIA E OS CINCO ANÕES

A POESIA E OS CINCO ANÕES

jul 03

Trouxe os cinco anões: Zangado, Soneca, Atchim, Dengoso e Mestre. Ainda bem que trouxe o Mestre, não saberia o que fazer sem ele. Estão todos aqui na minha cabeceira, nesta ordem e estáticos à espera de que lhes fale da Branca de Neve. Mas ela está lá na sala, olhos vidrados, fotografando e filmando, sem ligar se estou aqui com sono, sozinha, escrevendo estas poucas linhas, antes de...

ENTRE FOGOS E PIPOCAS

ENTRE FOGOS E PIPOCAS

jun 26

Os fogos estouram lá fora, já se foi o São João, mas o barulho ainda persiste, contrastando com uma cidade deserta, quase fantasma se não fosse pela nossa própria presença. O cinema também descarta o deserto e assistir a uma película depois de um convite adolescente é algo assim de Deus. O último foi Avatar, quando o 3D me fez espantar um mosquito que achava estar no meu nariz. Risos...

APELO À CHUVA

APELO À CHUVA

mai 19

Fui acostumada, quando criança, a te esperar com ansiedade, te festejar com alegria, sapateando nas poças que fazias no meu quintal. Corria atrás de bicas para aflição de uma mãe cuidadosa, que temia uma gripe na filha pequena.Com tua chegada, meus tios sorriam, porque era certeza de colheita farta e mesa abastecida. Eras, portanto, bem-aventurança. Hoje, longe do meu torrão e já...

RIMA E SOLUÇÃO

RIMA E SOLUÇÃO

mai 02

Olhos estupefatos presenciaram duas torres irem abaixo como prédio de dominó. Milhares de pessoas mortas por qual objetivo? Tempo das cavernas? Milhões de pessoas se aglomeram comemorando a morte de alguém. Mesmos olhos estupefatos presenciam a cena. Tempo das cavernas? Não. Tempo em que a dor ainda tem valido mais que o amor. OsAMA ObAMA Rima que atrai Rima que revela O ainda não...

PEQUENO RECADO A BANDEIRA

PEQUENO RECADO A BANDEIRA

abr 20

Esqueci teu aniversário, lembrei apenas do índio que compartilha o dia teu. Tu, pequeno como te julgavas, deve se alegrar por partilhar a data com estes esquecidos de tudo. Eles que um dia foram muitos, como testamento, não deixam nem terra nem água, pois não consideram nada como seus. Deixam, como tu: a vida, a lida e o muito do que não têm. Assim, Bandeira, em nome de todos os...

Página 4 de 10« Primeira...23456...10...Última »