blogdosperrusi
DimasLins
RESILIÊNCIA

RESILIÊNCIA

jun 25

Momentos de fotografia colhidos a dedo Dedo que clica e rearruma o desarranjado   Sim, uma sertaneja passeia em terras urbanas Fora do lugar Sim, uma sertaneja mora em terras urbanas Cheias de gente Numa terra prometida há muito tempo atrás (Como convém a um pleonasmo)   Não vou me falar das dores acumuladas, cheiradas Acarinhadas Como a temer não tê-las Quero lembrar as raízes...

ROMÃ

ROMÃ

abr 10

Entre o sol e o chão Assiste a sua volta: O menino que não vai O homem que não acorda O gato que não mia O azeite que não tempera… A rebeldia da vida quando insiste em não fazer A passarinhada sorrateira conhece-lhe as intenções: Bênção e fecundidade Eis a proclamação milenar Vai ver que é por isso… Entre o sol e o chão Assiste de novo: O menino-corrente O...

DEVOÇÃO

DEVOÇÃO

fev 29

Basta meu chapéu Minhas coisas A ti apresentar   Basta tua presença… Tua presença Me basta   E se não me bastasse tudo nesta escassa vida De nada me restaria Do muito que aprendi ser nos calos dos meus joelhos   Sim Tenho duas mãos E dois olhos E tu tens a mim e o infinito   Não te derramo lágrimas em vão Nem te aguardo nenhuma fala Quero apenas dizer-te: Sou...

NOÉ FEIRANTE

NOÉ FEIRANTE

set 09

Seu nome é Noé Já não precisa de mulas, barcos, nem dilúvio Seu ajuste é com os caibos que alinha dia-a-dia Na barraca itinerante Persegue o sol que acorda nas manhãs Adoça a vida com fruta e açúcar Escuta os ruídos do mundo com ouvidos viajantes Ele é Noé Seu tabuleiro hoje reúne doces gêmeos… Provas de um mundo fecundado E ainda consegue se equilibrar com seu boné de...