blogdosperrusi
DimasLins
PERCURSO

PERCURSO

mai 23

Estudo a sonoridade primordial Aquela que identifica sussurros, choros, sorrisos… Um Eu inteiro Inteiro? Estudo a melancolia das ruas Contida em quatro paredes E um coração Estudo o encanto Que se instala sorrateiro Quando se compreende Se enxerga O até então ofuscado Pelas pupilas dilatadas do medo Estudo Enquanto não posso mudar o destino… Ao menos assim Terei passado o...

APELO À CHUVA

APELO À CHUVA

mai 19

Fui acostumada, quando criança, a te esperar com ansiedade, te festejar com alegria, sapateando nas poças que fazias no meu quintal. Corria atrás de bicas para aflição de uma mãe cuidadosa, que temia uma gripe na filha pequena.Com tua chegada, meus tios sorriam, porque era certeza de colheita farta e mesa abastecida. Eras, portanto, bem-aventurança. Hoje, longe do meu torrão e já...

REMOTO CONTROLE

REMOTO CONTROLE

mai 09

Muitos nessa altura buzinam anunciando o time vencedor. Ela, que acaba de ler o Poema em Linha Reta do Pessoa, não se identifica com o buzinaço, nem tampouco com o silêncio dos derrotados. Não se identifica com esse gosto pela disputa, embora, muitas vezes, se comporte como uma briguenta contumaz. Ah, se soubessem do aperto que sente no peito, certamente teriam piedade dela. A raiva indigesta...

COISAS…

COISAS…

mai 05

Há determinadas coisas Capazes de serem expressas apenas na poesia… E eu nem sei dizer quais Até as chamo de coisas Mas não existem como...

RIMA E SOLUÇÃO

RIMA E SOLUÇÃO

mai 02

Olhos estupefatos presenciaram duas torres irem abaixo como prédio de dominó. Milhares de pessoas mortas por qual objetivo? Tempo das cavernas? Milhões de pessoas se aglomeram comemorando a morte de alguém. Mesmos olhos estupefatos presenciam a cena. Tempo das cavernas? Não. Tempo em que a dor ainda tem valido mais que o amor. OsAMA ObAMA Rima que atrai Rima que revela O ainda não...

BRISA

BRISA

mai 01

Hoje senti uma paz inominável De que não quero viver em ti Não quero Pasmem todos os corações Praguejem todas as amigas Não quero mais E não sei explicar o que aconteceu Talvez o silêncio que me fala Talvez a dúvida que me dá certeza De que não és mais Teu tempo passou em mim Uma paz… Como a sementeira que só despeja a semente Para dias futuros nascer Como a gota humilde que...

Página 14 de 27« Primeira...1213141516...20...Última »