InscritosEmPedra
TorcedorCoral
FOGO

FOGO

abr 16

É fogo? É fogo! É desabafo Adjetivo Ordem de milico Substantivo Que queima Incendeia Arrasa Tira vida Destrói família Ciência História… Fogo apaga a memória Queima a consciência Consome 200 anos Destrói mais 800 Dispara 80 tiros Em quem deveria viver mais No que deveria viver mais   Adeus, Marielle, Anderson Museu Nacional Adeus, Evaldo Pobres, negros,...

LUTAS

LUTAS

jul 18

Estamos aqui para dizer que existimos Que entre dores e cores nos fizemos presentes Resistentes Ativas E altivas Tal qual Imperatriz … Sem o ranço cansativo da vaidade Do status que grita para ter Não! Nós somos   A cor da pele não traduz A negritude que levamos profunda Os cabelos tampouco acariciam teus dedos duros Somos muitas Fortes Doces Firmes E vamos nos...

VIDA

VIDA

mar 04

A vida é impressionante como segue Indiferente às vezes ao que pensamos dela Segue como tem de ser… Trôpega ou fagueira Doce ou salgada Tensa ou singela Alvoroçada ou serena…   Passa o tempo… Passa de novo Passamos juntos   E eis que descobrimos Que o Ou Na verdade é E Um conectivo Não um exclusivo   Somos tantos e todos que passaram por nós Que amaram por...

ESPERANÇA EM BROTOS

ESPERANÇA EM BROTOS

set 15

Anteontem encontrei a esperança Nos olhos brilhantes de jovens indignados Pelo cinza de alguns   A esperança caminhava: No nervosismo ansioso Na fala apressada Na coerência do justo Na miragem da beleza Que não se pode conter Nem expulsar a golpes de jatos d’água   Esperança que se veste de cuidado Atendendo pelo nome de Ética Expulsando o ranço dos que teimam em separar...

FIM…

FIM…

ago 07

Caiu uma árvore em cima de um carro Chora o dono Morre a árvore que tentava sustentar-se em pé Como convém a sua espécie   As raízes não puderam reter o asfalto Que abafa a seiva Comprime e se estende até sufocá-la   Disseram que a árvore era velha Mundo esse em que vivemos… Culpam a idade Pela morte que chega   O fim existe para tudo Ou quase tudo Por isso fico...

ISSO…

ISSO…

jul 19

Então é isso… O silêncio calou o eloquente O silêncio quis ser eloquente Mas o ouvido se vestiu de coração E só fez pulsar Pulsar E pulsar… Até o nunca mais acabar   Até o celular tocar Até a luz acender Até o medo correr Até a boca falar Até o soluço cessar Até a mão apertar Até o abraço ocorrer Até o “te amo” dizer Até o beijo...

Página 1 de 1312345...10...Última »